Obras Doutrinárias

  • O Livro dos Espíritos
  • O Livro dos Médiuns
  • O Evangelhos Segundo o Espiritismo
  • A Gênese
  • O Céu e o Inferno
  • O que é o Espiritismo
  • Obras Póstumas
  • A Revista Espírita





 Dos cinco livros fundamentais que compõem a Codificação do Espiritismo, este foi o primeiro, reunindo os ensinos dos Espíritos superiores através de médiuns de várias partes do mundo.
Ele é o marco inicial de uma Doutrina que trouxe uma profunda repercussão no pensamenta e na visão de vida de considerável parcela da Humanidade, desde 1857, data da primeira edição francesa.
Estruturado em quatro partes e contendo 1019 perguntas formuladas pelo Codificador, aborda os ensinamentos espíritas de uma forma lógica e racional, sob os aspectos científico, filosófico e religioso.
Independentemente de crença ou convicção religiosa, a leitura de O Livro dos Espíritos será de imenso valor para todos, porque trata de:
*DEUS;
*SOBRE A IMORTALIDADE DA ALMA;
*DA NATUREZA DOS ESPÍRITOS;
*DE SUAS RELAÇÕES COM OS HOMENS;
*AS LEIS MORAIS;
*A VIDA PRESENTE;
*A VIDA FUTURA;
*DO PORVIR DA HUMANIDADE; que são os princípios fundamentais da Doutrina Espírita;

A primeira parte trata Das causas primárias;
A segunda parte trata Do mundo espírita  ou mundo dos Espíritos;
A terceira parte trata Das Leis Morais;
A quarta parte trata Das esperanças e consolações;
Cada uma dessas partes corresponde a um livro da codificação onde os assuntos serão desenvolvidos com amplidão. Então, correspondem assim:
A parte primeira corresponde ao Livro A Gênese;
A parte segunda corresponde ao Livro dos Médiuns;
A parte terceira corresponde ao Livro O Evangelho Segundo o Espiritismo; 
A quarta parte corresponde ao Livro O Céu e o Inferno Segundo o Espiritismo;
 Na primeira parte, Das causas primárias, no Capítulo I - De Deus, Allan Kardec abre este livro com uma questão muito importante  para todos nós, porque através desta resposta, que deve ser tema central das nossas vidas, dando continuidade aos ensinos dado por Jesus registrado nos quatro Evangelhos, quando ele afirmou "Deus é Pai".
Questão 1: Que é Deus?
"Deus é a inteligência suprema, causa primária de todas as coisas."
Na Terceira parte, Das Leis Morais, no Capítulo I - Da Lei Divina ou Natural entre outras questões, há uma que é de suma importância, para usarmos de base para o conhecimento de nós mesmos e com o cuidado que devemos ter com o nosso próximo para nossa redenção.
Questão 625. Qual o tipo mais perfeito que Deus tem oferecido ao homem, para lhe servir de guia e modelo?
“Jesus.”
E Allan Kardec faz um comentário desenvolvendo a questão:
Para o homem, Jesus constitui o tipo da perfeição moral a que a Humanidade pode aspirar na Terra. Deus no-lo oferece como o mais perfeito modelo e a doutrina que ensinou é a expressão mais pura da lei do Senhor, porque, sendo ele o mais puro de quantos têm aparecido na Terra, o Espírito Divino o animava.
Quanto aos que, pretendendo instruir o homem na lei de Deus, o têm transviado, ensinando-lhe falsos princípios, isso aconteceu por haverem deixado que os dominassem sentimentos demasiado terrenos e por terem confundido as leis que regulam as condições da vida da alma, com as que regem a vida do corpo. Muitos hão apresentado como leis divinas simples leis humanas estatuídas para servir às paixões e dominar os homens.

Fonte de consulta: O Livro dos Espíritos.

4 comentários:

Obrigado por comentar. É uma enorme alegria tê-lo aqui! Abraço!