Cristo ensinou a paciência e a tolerância, mas nunca determinou que seus discípulos estabelecessem acordo com os erros que infelicitam o mundo. Em face dessa decisão, foi à cruz e legou o último testemunho de não-violência, mas também de não-acomodação com as trevas em que se compraz a maioria das criaturas. (Emmanuel. Livro “Palavras de Emmanuel” - Ed. FEB)

Um comentário:

  1. Olá Gi,
    Realmente Deus sempre nos pede para seguir o bem, reajustando-nos e equilibrando-nos rumo à evolução. Belo tema e belo, também, seu blog.
    Gostaria de uma visita sua ao meu espaço, que me seguisse e que deixasse um comentário em meu post. Ficaria muito feliz.
    Beijos,
    Maria Paraguassu.

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar. É uma enorme alegria tê-lo aqui! Abraço!