Tudo em Deus

Deus

É a inteligência suprema, causa primeira de todas as coisas." Portanto, o Criador do universo e de tudo que nele existe. A existência de Deus se prova por um axioma aplicado às ciências: "Não há efeito sem causa. Procurai a causa de tudo o que não é obra do homem e vossa razão vos responderá."

"Deus não se mostra, mas afirma-se diante de Suas obras."

A natureza íntima de Deus é interdita ao homem, à inferioridade de suas faculdades, pois, "para compreender Deus, ainda nos falta o sentido que não se adquire senão pela completa depuração do espírito"; no entanto, conhecem-se-lhe alguns atributos, pois " sem o conhecimento dos atributos de Deus, seria impossível conhecer a obra de Sua Criação; esse é o ponto de partida de todas as crenças religiosas, e é pelo motivo de que elas não se hajam referido a tais atributos, como ao farol que as podia dirigir, que a maior parte das relligiões tem errado em seus dogmas. As que não têm atribuído a Deus a onipotência imaginaram muitos deuses; as que não lhe atribuíram soberana bondade formularam um deus ciumento, colérico, parcial  e vingativo".
A Doutrina Espírita, de uma forma lógica, racional, possibilita ao homem conhecer os atributos divinos que lhe é dado entender.
"Deus é, pois, a suprema e soberana inteligência; é único, eterno, imutável, onipotente, soberanamente justo e bom, inifinito em todas as Suas perfeições, e não pode deixar de ser assim.
Tal é o eixo sobre o qual repousa o edifício universal; é o farol do qual os raios se estendem sobre o universo inteiro, o único que pode guiar o homem em sua pesquisa da verdade."
Léon Denis assim se expressa sobre Deus:

"Estudando as leis da natureza, procurando a beleza ideal na qual se inspiram todas as artes, em toda a parte e sempre, acima e do íntimo de tudo, encontramos a idéia superior, necessário e perfeito, fonte eterna do bem, do belo e do verdadeiro, no qual a lei e a justiça, a razão suprema, se identificam. O mundo físico e moral é fixado segundo um desenho governado por leis que demonstram conhecimento profundo das coisas a elas sujeitos. Essas leis não procedem de uma causa cega: o caos, o acaso, não saberia compor a ordem e a harmonia. Não emanam dos homens, que são seres passageiros no tempo e no espaço, e não poderiam criar leis permanentes e universais. Não se poderia conceber a inteligência sem personificá-la em um ser, mas este ser não se prente à imensa cadeia dos outros seres: Ele é o Pai de todos e a própria fonte de vida" (Consultar Livro dos Espíritos, capítulo I, A Gênese - Capítulo II, Depois da Morte - Capítulo IX)
Fonte: Doutrina Espírita no tempo e no espaço 800 verbetes especializados/A.Merci Spada Borges/Editora Panorama - 2000
  • "O homem nada pode sem Deus." Emmanuel/Caminho, Verdade e Vida

  • "Eu não posso de mim mesmo fazer coisa alguma." - Jesus

6 comentários:

  1. Gianete,

    Ótimo post.
    Espiritismo é claro quando busca nos explicar sobre Deus.
    Creio ser a doutrina que mais fundo tocou sobre ELE ao nosso nível consciencial.

    ANjo Azul, um beijo, de coração,
    Jorge

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, Jorge pelo carinho do comentário! Um beijo!

    ResponderExcluir
  3. Oi Gianete,
    É muito bom ler coisas lindas assim, às vezes esquecemos que somos filhos de Deus.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. Gi, que bom que voltou!
    Eu estou me tratando ainda, mas tenho ficado menos tonta.
    Beijão , querida amiga!

    ResponderExcluir
  5. Deus não precisa ser visto e sim sentido no coração...paz.

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar. É uma enorme alegria tê-lo aqui! Abraço!